sexta-feira, 27 de maio de 2016

Análise semanal - Bleach #675


Blood for my bone

Salve galerinha, depois de muita demora, cá estou com mais uma análise semanal. Mais uma semana trazendo para vocês meus comentários sórdidos sobre o capítulo de Bleach, mas antes quero apenas deixar uma observação: quem não está acompanhando o mangá de Bleach, comece a acompanhar, pois não há certeza se o animê voltará e mesmo voltando não terá muita coisa que tem no mangá pelo simples quesito de violência e tudo mais.
Após esse toque maroto, vamos comentar o capítulo dessa semana e ver a zona que está ficando esse “final arc”.

Capítulo 675 – Blood for my bone

Já vou começar com uma reclamação e um elogio: A reclamação vai, claro, para o Kubo não ter agilizado mais tudo isso, poxa queria ver o Ryuuken e o Ishin indo ao encontro de seus filhos, mas vamos esperar e ver como seguirá; já o elogio fica por conta de ele FINALMENTE ter decido esquecer o embate contra o Gerard (até porque, convenhamos, todos sabemos como terminará). Feita as reclamações, vamos seguindo.
O capítulo começa com mais um discurso, dessa vez pelo Ishida, que questiona o porquê do Jugram ter curiosidade sobre seu tipo de humanidade. Depois de um longo discurso, ele entrega que plano dele foi segurar o braço direito do líder ali para que Kurosaki e Inoue pudessem ter a dianteira; sem se abalar, Jugram diz que já tinha visto isso com a habilidade de Yhwach e que já sabia como tudo terminaria, deixando claro que sabe o final de tudo aquilo. Sendo sincero, até aqui eu comecei a achar boring o capítulo, pois esse poder do Yhwach sempre é explicado de um modo diferente, ele sempre ganha um up. Não que deixe de surpreender, mas é mais mamata que o fato do Ichigo ser hypado demais.
Voltando, nisso Ishida diz que o futuro pode ser mudado e prova isso dizendo que já surpreendeu Jugram durante a luta; aí vem a “carta na manga”, pois nosso Strein Ritter diz que ele, como receptáculo, só usa parte da habilidade de “All Might” e que o poder vai muito além de um simples “ver futuro”. Ok, aqui entra meu argumento com mais peso, pois no começo ele apenas era a essência de todos quincies, depois ele virou o cara fodão quando abre os olhos e agora isso; ok Kubo, vamos para casa... você está bêbado.
 

Enfim, vamos para o foco seguinte que se resume em: porradas.
Vou até resumir para então explicar melhor tudo e “tentar” contextualizar... lá vai: as páginas seguintes são compostas por: porrada, Yhwach ainda naquele discurso chato de que irá matar o Ichigo, Inoue segura ele, porrada, ameaça básica do vilão, Ichigo pede proteção e... plot twist da carta na mangá; em resumo... é isso que ocorre.
Sim, resumi porque não vou explicar o que ocorre na luta. Sério, é uma luta que sabemos que não vai levar a nada por hora, sabemos que esse plot do final (Ichigo mostra sua nova transformação) vai se sustentar até o Ishin chegar (se chegar) ou até ele falar Bankai. Então nem dá para se estender. O mesmo é válido para o discurso do Yhwach, que é repetido a plenos pulmões desde o começo dessa luta; se bem que estou curioso sobre como vão explicar o que ocorrerá com o mundo se o nosso final boss for destruído, uma vez que ele absorveu o Reiou (acho que o Kubo esqueceu esse pequeno detalhe, mas divago).
Fora todos esses detalhes, ainda tem o fato dessa luta parecer não ter aquele impacto que as batalhas épicas do Ichigo tem; talvez seja meu lado fã chato falando, mas não sinto aquela empolgação que sentia em outras batalhas do Moranguete; e olha que a luta dele com o Ginjou no arco anterior me empolgo para um caralho, mas como eu disse, pode ser meu lado de fã chato, porém espero que o Kubo consiga empolgar de novo, porque ultimamente ele não está conseguindo me manter preso ao mangá semanal. Por inúmeros momentos fico tentado a esperar os encadernados.
Em todo caso, esse é um capítulo que continua apontando para um futuro meio incerto, mas com um objetivo claro: o final. Creio que até o meio do ano que vem possamos ver esse final, mas posso estar errado (uma vez que Bleach pode chafurdar no conforto de seu antigo prestígio).  Apenas espero duas coisas desses próximos capítulos: 1° Um grito de bankai duplo (Ichigo e Ishin); 2° duas lutas fodas com pai e filho contra os vilões.
Por hora é só galerinha! Até a próxima semana.
Postar um comentário