sexta-feira, 6 de maio de 2016

Vamos falar sobre K-Pop? - Aula 1


INTRODUÇÃO E CRIAÇÃO DE UMA BANDINHA COREANA


K-pop é a abreviação de Korean pop.  Ou seja o Pop Sul Coreano.  Ele teve início nos anos 90, quando começaram a incluir vários estilos musicais. De Rock ao Hip Hop. Eletrônica e R&B.
Mas se tornou muito mais conhecido no Brasil em meados de 2011/12.
Mas isso não é importante.  Me pediram para fazer um texto que apresentasse o K-pop...  Portanto não vou ficar me apegando em informações de Wikipédia para fazer um artigo, vou falar como fã do gênero e o que eu sei sobre o assunto e hoje eu vou falar sobre como criar uma Banda de k-pop.
Ou seja...  BEM VINDO AO INFERNO.
Ok, falar assim talvez seja um exagero, mas gostar do gênero é bem complicado.  É sério! (É tão complicado que existe termos próprios para serem usados para falar sobre um determinado assunto...)[N.E: Para você que joga LOL, DOTA, ou algo assim (povo que se denomina COMUNIDADE e só Deus sabe o Porquê), os termos são no naipe dos maneirismos que vocês usam durante suas partidas]
Quando eu ouvi a primeira vez uma música de k-pop eu confesso que achei bem estranho.  Era uma mistura de música eletrônica, com hip-hop e uma dança diferente... um vídeo clipe (MV) que parecia que o grupo que estava cantando estava fazendo um pacto com o demônio (olha meu exagero aparecendo mais uma vez, ou não)
Pra que tem noção do que é o K-pop eu assisti a música de debut do EXO, pra quem é leigo é nada mais nada menos que essa música.
Debut é quando lança o primeiro vídeo oficial do grupo, antes disso ele são considerados como trainees ou seja estão em treinamento...obvio né!
Para começar a entender vou tentar fazer isso de forma minuciosa, e nesse texto de hoje vou contar como “criar” bandas masculinas e femininas.
Começamos com o número de integrantes: – varia muito e quando eu digo isso, é gritante de Solo a ter 15 membros...
Sim tem uma banda com QUINZE membros na coreia,( pra quem conhece é bem provável que saiba de quem eu estou falando) e se você acha que não existe louco suficiente para alguém gostar... eu lhe digo HÁ... eu!
(pelo menos não é 48.)...
Se você perguntou se eu sei o nome de todos eles; sim eu sei... mas se eu decorei a formula de bhaskara é outro assunto...
Os integrantes são divididos por idade e função. Aqui é inserida aquele costume de que os mais novos devem respeitar os mais velhos. E também temos um integrante pra cada função no grupo (quando falamos em Solo ai é pouco diferente) temos o Lider, que cuida dos interesses da banda e tudo mais, Dancer é aquele que pega as coreografias, temos os visuais (os bonitinhos) vocais e os Rappers.
Além disso eles podem ser produtores e compositores.
Nas bandas nem sempre um integrante vai ter só uma função, ele pode ser o líder e o Rapper/vocal enfim, o que ele for mais apto.
E temos uma função que não é conhecida pelo ocidente. Que é a função de ser o mais novo.
Sim você não está lendo errado. Maknae é e sempre será a função do mais novo do grupo... por ele ser o mais novo, que foi apelidado carinhosamente pela a Regina Casé... de “Mascote”.
Ufa... eu falei que isso era complicado, imagina quando você não sabe dessas informações?
Enfim, todo mundo conhece o que o K-pop é graças ao Tio Psy e seu sucesso de mais de dois BILHÕES de visualizações no Youtube. Mas lá nem tudo são flores, se você acha que vai conseguir chegar lá dançar e cantar e fazer sucesso... saiba que não é bem assim.
Outra coisa que todo mundo deveria saber sobre os ídolos de k-pop é que não é fácil.  Existe uma série de requisitos pra você conseguir se tornar um:
1- Força de vontade/ Dedicação.
Ele passam anos treinando pra TALVEZ debutarem ele sacrificam horas pra isso.
Sem brincadeira eles treinam mais de 18 horas por dia... chegam a morar tudo junto para “melhor convivência”.
Fora que eles/as tem uma dedicação, com as empresas que as treinam, GIGANTE.... ao ponto de deixar suas casas pra morarem junto como eu disse antes.
2- Cantar.
Eles precisam saber sim cantar, não é só um rostinho bonito... (OK existe sempre os desvios a esquerda, mas a grande maioria tem que ter talento sim) além de cantar há bandas que compõem suas músicas além de fazer os arranjos.
3- Dança.
Algumas bandas não se contentam com apenas cantar e ser lindos, cantarem bem.... tem que fazer coreografia do capeta pro público ficar:
 — Porra! Como elas/es fazem isso!
Fora a sincronia absurda... alguém dá um Oscar pra eles por favor!
(aqui um exemplo básico de coreografia)
4- Uma empresa que te apoie.
Antes de uma banda ser lançada para o público eles passam treinando nas empresas. E existe três grandes empresas na coreia. Além de várias menores.
Temos a S.M., YG, JYP Entertainment. Essas empresas tem a função de agenciar e serem as gravadoras.
Ok tem muita informação.... eu disse que ser um k-Idol e ser K-poper não é fácil. Ainda mais que você descobre que existe um vocabulário próprio.
Sim aqui você descobre que decorar os nomes é para os fracos... você aprende honoríficos coreanos, expressões, e sim até mesmo palavras na língua... Além de tudo... palavras que você só encontra no K-pop.... que eu vou comentar mais para frente.
Ou seja como minha mãe diria:
— é o samba do criolo doido...
E Por fim você não se contenta só com a música popular coreana e passa a assistir Doramas (são novelas coreana, muito boas por sinal).
Mas tudo isso é pauta para uma próxima vez.
Beijos, de Glitter purpurinado da Jess-Unnie!
Postar um comentário