User-agent: Mediapartners-Google Disallow: User-agent: * Disallow: /search Allow: / Sitemap: https://projectdollarscast.blogspot.com/sitemap.xml Análise semanal - Boku no Hero Academia #104 - DollarsCast

sábado, 27 de agosto de 2016

Análise semanal - Boku no Hero Academia #104

Clímax! Cada uma de nossas habilidades

Fala galerinha! Demorei, mas não tardei (muito) com a análise de Boku no hero dessa semana. Antes de prosseguirmos apenas trazendo para vocês dois drops rápidos sobre a série: 1º a editora JBC tem previsão para lançar o primeiro volume da série por aqui no mês de setembro (aqui a série terá o nome de My Hero Academia, que é a marca internacional) e eu farei uma análise do volume ♥; 2º foi anunciado nessa semana que no Jump festa desse ano (evento que ocorre anualmente nesse fim de ano) teremos um especial da série que se passa entre a 1ª e 2ª temporada e será escrito pelo próprio Kohei.
Em todo caso, já falei demais. Vamos à análise dessa semana!

Capítulo #104 – Clímax! Cada uma de nossas habilidades


Sinceramente, esse capítulo realmente é uma espécie de clímax. Me arrisco a dizer até que esse capítulo é o ponto onde a calmaria desse teste para licença provisória acaba e começa a parte que nos deixa ansiosos pelas batalhas. Aqui foi onde tivemos aquele espasmo do quão foda são os alunos das escolas adversárias que vimos nos capítulos anteriores, assim como vimos um pouco da evolução dos alunos da U.A.
O capítulo tem um começo moderado, ainda preso na pegada do anterior, mas essa pegada vai ficando mais ágil e dosada para deixar aquele gostinho de quero mais; nesse começo temos mais daquela tese de todos terem a gana de vencer primeiro os estudantes da U.A, que é a escola mais difícil de se entrar. E é aqui que vemos como o trabalho em equipe contra um inimigo em comum é bem utilizado, pois todos trabalham em conjunto com a finalidade de eliminar os “destaques”.
Um ponto bacana nesse capítulo foi mostrar as habilidades de alguns alunos que nos deixaram curiosos, como por exemplo o garoto que o Aizawa mencionou como mais habilidoso que o Todoroki: ele derrotou 120 candidatos sozinho, com direito a uma página dupla linda. Fora ele, ainda tivemos o mano que o Bakugou mandou se foder mostrando a que veio com sua habilidade de criar terremotos. E graças a essa movimentação no solo, ganhamos uma arena digna de batalhas no risco que eles estão acostumados.
Fora todos esses fatos, ainda tivemos aquele gostinho de quero mais por sabermos que no próximo capítulo veremos o Deku lutando. Não que vá ser uma luta, mas ainda assim veremos melhor o quanto ele evoluiu, pois mesmo que o Kohei já tenha nos mostrado a técnica de chute dele sabemos que tem mais. Porém fico mais empolgado é por querer saber qual a habilidade da garota que lutará contra ele, pois até então todos que pensamos que poderia ser apenas mais um estão sendo personagens com boas habilidades, vamos ver do que ela é capaz no próximo capítulo.
Uma coisa que, também, quero evidenciar é o fato do nosso protagonista estar cada vez mais animado por entrar em batalhas ou desafios. Isso acaba provando, mais ainda, que ele evoluiu, e muito, como personagem. E é isso que empolga, porque dá vontade de ler o próximo capítulo e ver como ele honrará o legado que foi passado para ele. Creio que o melhor momento para fazer o Midoriya brilhar, mais, será nesse arco. Depois disso o autor pensa em como mostrar o auge, pois a graça de Boku no Hero é justamente esperar do inesperado.

Bem galera, até a próxima semana.
Postar um comentário