terça-feira, 27 de setembro de 2016

Sie sind das Essen! Und wir sind die Jäger!


Voltamos ao furor de Shigeki no Kyojin? Ao menos nos consoles, os gigantes pelados comedores de adolescentes gritalhões estão fazendo barulho. E até que está agradável!




Vamos do começo. No princípio, Osamu Tezuka disse "Que se faça o Mangá", e assim se fez.
Shingeki no Kyojin é uma obra de Hajime Isayama e fez um sucesso pra lá de danado pelos idos de 2013, tanto que antes mesmo do fim da temporada, a Panini divulgou que traria o mangá pro Brasil (devem ter enchido tanto o saco deles...). Pois bem, desde então, muita coisa se fez, o Mangá foi um estouro, outros mangakás fizeram histórias passadas naquele universo, como o Antes da Queda e o No Regrets, todas elas com uma arte mais atraente do que a do Isayama-San, que consegue fazer anatomias de titãs praticamente perfeitas, mas consegue quebrar a Matrix quando se trata das feições de seres humanos normais.
Mas a evolução foi sensível, tenho que concordar...

Mas, as obras em outras mídias foram coisas que todos estávamos ansiosos. Vou ignorar a vergonha alheia que foi o filme, cujo roteiro tem tantos furos quanto o Titã Colossal tem dentes. Um jogo de Nintendo 3DS foi feito, um webgame feito por fãs (Muito legal por sinal, se você não conhece, vai lá AGORA!!!) e, finalmente, um jogo para as grandes plataformas e PC.



O jogo começa onde a história do mangá/anime começa, você vê um resumo da infância triste de Eren (Jagger) que vive enclausurado junto com todo o resto da humanidade em um distrito dentro das muralhas, as muralhas impedem os titãs, gigantes pelados, sem partes íntimas que comem pessoas sem motivo aparente, de  entrarem. Essas muralhas estão lá ninguém sabe o motivo, os gigantes estão lá ninguém sabe a razão. Mas o impulsionador da história é quando um Gigante mais Gigante que os outros Gigantes aparece e bica a muralha, fazendo assim com que os titãs entrem e comecem a comer a galera.

Eren perde a mãe, história triste, lero lero, e jura que vai matar todos os titãs, você vê isso tudo.
Depois, o jogo aparece com uma gameplay bem simples, onde você, no papel de Eren, aprende a navegar usando-se de seu equipamento de locomoção 3d, atacar titãs de diferentes tamanhos, trocar as lâminas de seu estilete gigante Facão molenga, e todo o conhecimento básico. Todas as fases de ação intercaladas por um lobby muito chato por onde você anda, compra novos equipamentos que vão aguentar mais gás, lâminas, mandar a corda mais longe, etc etc etc, e falar com vários NPCs que vão te falar tudo aquilo que você já sabe.


Para escrever essa pequena coluna que retrata apenas a minha opinião pessoal e a de mais ninguém da equipe, eu joguei boas 7 horas, indo e vindo, fazendo e refazendo missões. brincando bastante, e não cheguei no capítulo 2. Fui até o Eren Titã fechar a muralha com o pedregulho gigante (que apareceu lá por um motivo totalmente aleatório como desculpa para resolver aquele problema).

O Jogo diverte, e muito! As fases são bem construídas, há destruição de ambiente. Matar gigantes é divertido, você não liga a mínima para os seus companheiros que precisam de ajuda o tempo todo, e tem a sensação de que até o Armin consegue ser útil para matar gigantes! (mas o Levi simplesmente arrebenta todos, sério). A mecânica de locomoção lembra um pouco a do Homem Aranha 2 de PlayStation, lembram? Você vê onde as cordas prendem, e há interação de coisas externas afetando. Isso eles fizeram muito bem! O jogo é rápido, dinâmico e dá uma leve sensação de terror quando você é pego por um gigante!


Claro que existem seus contras, o fluxo do jogo é MUITO quebrado por todas as cenas em CG explicando toda a história sem o mesmo ritmo do anime, e (ao menos na versão de XBox One) o gore foi SUMARIAMENTE REDUZIDO, coisa que não vi na versão de PSVita, onde o braço do Eren voou pela tela quando ele foi engolido por um titã!

Mas, coisas que podemos facilmente relevar! Agredir titãs enquanto se controla o titã Eren é realmente divertido. E estou ansioso para ver até onde a história do jogo vai me levar dentro do que já foi mostrado nos mangás!

Um forte abraço se você leu até aqui! E até mais!



Postar um comentário