User-agent: Mediapartners-Google Disallow: User-agent: * Disallow: /search Allow: / Sitemap: https://projectdollarscast.blogspot.com/sitemap.xml Análise Quinzenal: Saint Seiya – Episódio G Assasin #66 & #67 - DollarsCast

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Análise Quinzenal: Saint Seiya – Episódio G Assasin #66 & #67

Quando a amizade é verdadeira, ela continua... mesmo após a morte

Fala time! Como estão todos vocês, leitores e leitoras? Espero que bem, saudáveis e empolgados. Sei que demorei pacas com esse retorno, mas dessa vez teve o motivo básico (que já expliquei em tudo que é post): viajei, fiquei longe da internet e não tinha como escrever textos; mas já passou e agora estou de volta com mais análise do Episódio G Assassin.
Sem mais enrolação, vamos direto para análise... e lá pode conter uma surpresa não citada.

Capítulos #66 & #67 – “Momentos desesperados” & “Amigo da alma”

Antes de qualquer coisa quero deixar aqui minha confissão de choque com os rumos que a série está tomando, assim como quero deixar ciente que existe, entre esses capítulos que já analisei, mais um capítulo extra. O capítulo da vez é em comemoração aos 30 anos da série e, apesar de ser o capítulo 64.5, ele só saiu lá para idos da primeira quinzena de janeiro.
Em todo caso; o capítulo extra mostra, de uma maneira bem coesa, um diálogo do Seiya com o seu médico (o rapaz que examinou o Shura, que também era um gladiador (se não me engano) e que eu não lembro o nome. Perdão pelo vacilo), durante essa conversa vemos o cavaleiro de pegasus comentar sua situação e, por incrível que pareça, tivemos um momento muito bem atrelado ao canon de CDZ. Não que a obra seja contada como cânone aos olhos do Kurumada (extraoficialmente, digamos assim), mas ainda assim foi muito bem alinhada essa condição. Sendo que, no geral, as obras do Okada sempre foram bem trabalhadas e alinhadas aos interesses do Masami-sensei.
Além desse ponto, também tivemos uma aparição mais expressiva do Ikki. Ele conversando rapidamente com o Seiya foi interessante, pois vimos que, mesmo com o passar dos anos, ele segue sendo o cavaleiro de fênix que tanto amamos e achamos mito.
Depois desse mid season de feels, voltamos a programação normal... com os capítulos que encerram esse ponto da saga, já nos deixando nas portas do próximo arco (?). Aqui cabe menção de duas coisas (SPOILER): 1º Kanon, segundo essa cronologia, é o atual grande mestre do Santuário; 2º Radamanthys AINDA ESTÁ VIVO e, segundo o mesmo afirma, temos uma trégua entre o submundo e o santuário, a qual o juiz está incumbido de zelar.
Não que, até esse momento, algo choque. Na realidade até começa a fazer sentido, se pensarmos de um modo mais abrangente e aceitarmos todas as loucuras de Next Dimension, pois é lá que começa essa bagunça toda. Mais precisamente, toda bagunça começa quando Chronos se envolve na história e faz o que faz em ND (se você não leu, leia! Não vou dar spoiler); é graças àquilo que aceito toda e qualquer bizarrice que o assassin possua e desde que começamos esse desenvolvimento da história mais profundamente, é isso que temos visto; uma sequência de lutas e revelações.
Admito que achei maravilhosa a sequência que temos uma exclamação de Atena para combater o poder do Aiolos, assim como achei bonito o Shura evidenciar que vê o Saga como um amigo. É um momento que te deixa com um sorriso, mesmo que de canto de boca; sem contar o fator respeito mútuo entre eles durante a fuga do limbo (ou submundo em pedaços, como preferir).
Outro ponto a se mencionar: o Okada foi o primeiro, de todos, a fazer real menção ao 9º sentido e, mais do que isso, comentar que aquele é o sentido que apenas as divindades alcançam. E, o que mais me impressionou, foi o fato desse sentido ter sido mostrado pelo Aiolos; será que o antigo cavaleiro de sagitário, atual Chaos Grande Mestre se igualou a um deus? Isso só saberemos à medida que o autor for desenvolvendo a história, porém o que posso afirmar nesse momento, é que o Kurumada parece estar envolvido nessa produção de alguma forma, pois tudo aqui está se encaixando muito com o canon clássico e ainda referenciando Next Dimension.

Em todo caso, é esperar e ver o que nos aguarda nos próximos capítulos, pois a tensão apenas aumenta, os cavaleiros mostram que, cada vez mais, podem superar seus limites e o Aiolia está sumido desde o capítulo 56 (se não me falha memória). Enfim, por hora é isso!
Postar um comentário